Bandido que executou PM é encontrado sem cabeça dentro de matagal

Bandido que executou PM é encontrado sem cabeça dentro de matagal

bem informado
Bandido que executou PM é encontrado sem cabeça dentro de matagal
5 (100%) 1 vote

Suspeito de participar Suspeito de participar na morte do Policial Militar Portilho que foi torturado e morto, teve a cabeça decepada.na morte do Policial Militar Portilho que foi torturado e morto, teve a cabeça decepada.

O soldado Portilho. O militar havia saído de sua casa na última sexta-feira, 26, e após 03 dias sem dar notícias, seus familiares receberam a triste notícia de que os traficantes de uma área de invasão o haviam assassinado. O corpo foi enterrado em pé e a 2 metros de profundidade

A policia confirmou que o corpo encontrado enterrado em um terreno de uma área de invasão no bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus, é do soldado da Polícia Militar Paulo Sérgio Portilho, de 34 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (26).

Continua depois da Publicidade: 


Ainda não se sabe o que realmente ocorreu, mas as primeiras informações são de que o militar foi surpreendido pelos traficantes da invasão e no momento que descobriram que ele era policial militar, o torturaram e o arrastaram amarrado na motocicleta em que o mesmo estava. Depois o mataram e enterraram.

O corpo do soldado estava enterrado em uma cova de aproximadamente 02 metros de profundidade e só foi encontrado com o auxílio de uma cadela farejador, especializada em encontrar cadáveres.“Não tinha odor no ar. Foi o faro do cachorro que encontrou”, disse um policial que pediu para não ser identificado”.

O indivíduo conhecido vulgarmente como “trem bala” teve a cabeça decepada na tarde de hoje.

A cabeça do individuo suspeito de matar o policial ainda não foi encontrada

Isac santos, vulgo trem bala foi encontrado hoje, decapitado, no ramal do km 47, AM-010.

Ainda não se sabe quem cometeu o crime e o que o motivou, as policia civil investiga o caso, mas tudo indica que possa ser o a disputa pelo tráfico local.


Comentar

Comentários